MÓVEIS E DECORAÇÃO NO TAMANHO CERTO PARA AS CRIANÇAS

No método montessoriano, quartos são adaptados à altura dos pequenos para instigar autonomia

Talvez você já tenha visto quartos infantis com camas pequeninas e enfeitadas, mesinhas e itens dispostos de maneira diferente. Mas o porquê disso vai além da beleza e delicadeza. O objetivo do quarto montessoriano é oferecer um lugar com móveis e objetos na altura dos olhos da criança, para que ela desenvolva autonomia e se sinta à vontade para explorar o espaço e descobrir as coisas ao seu redor. A metodologia autoeducativa foi criada pela médica e educadora italiana Maria Montessori em 1907, mas continua muito utilizada, inclusive em escolas.

Para seguir o método montessoriano, é necessário estruturar o cômodo de acordo com a ótica da criança e não do adulto. Por isso, ao invés de camas altas, são preferíveis colchões próximos ao chão por oferecerem mais independência ao deitar ou levantar.

Os brinquedos precisam estar ao alcance dos pequenos e podem ser oferecidos em esquema de rodízio (trocados a cada 15 dias), para que não haja perda de interesse. Um armário baixo também é ideal para estimular que a criança, ao seu tempo, comece a se vestir sozinha. A decoração deve ser minimalista, para favorecer o desenvolvimento da concentração.

São várias adaptações que trazem uma série de benefícios. Além disso, é preciso tomar cuidados com a segurança. É aconselhado evitar móveis e elementos com quinas, usar quadros em acrílico ao invés de vidro, evitar pregos, fixando objetos na parede com dupla face, e esconder tomadas.